PÍLULA DE RECOMEÇO: TUDO PASSA

Você se separou e a Rosa dos Ventos enlouqueceu. Você não sabe onde fica o Norte, o Sul, o ponteiro gira desenfreadamente e você, ao contrário, está petrificada entre o nada e o lugar nenhum. Para onde ir? O que fazer? Você se sente sozinha, no breu, e tem medo. Alguém aí pode me dar a mão?

Acalme seu coração. Se você fechar os olhos terá controle sobre a escuridão. Respire. Confie. Amanhã será um novo dia. Desfrute o momento. Separação é oportunidade.

Tire um tempo pra você. De verdade. Vá em busca das suas verdades, dos seus desejos, dos seus quereres, vá em busca da sua essência, de quem você é, de quem foi e de quem quer ser. Investigue-se.

Experimente coisas novas. Saia com novas pessoas, namore outros, explore-se sexualmente, rompa seus próprios limites. A vida é hoje, experimente-se. Dê-se prazer.

Vá a lugares que nunca foi, abra-se para o novo. Presenteie-se. Caminhe por trilhas diferentes, olhe pra frente, há tantos horizontes peculiares, tantas belezas intocadas pela íris. Olhe pra você. Pra fora, pra dentro. Se olhe no espelho. O que você vê?

Nossa face de hoje não é igual à de ontem. Deguste-se. Cumprimente-se todo dia, sorria à nova você. Nunca “seremos”, apenas “estaremos”. Entenda isso.

Encontre perguntas outras para as respostas que te habitam. Para o que te incomoda, te faz sofrer. Aproveite o pouco tempo que (a todos nós) resta para ser feliz. A vida, repito, é hoje. 

Não volte atrás. Não olhe pra trás. O que passou, passou. Desapegue, deixe ir. Se reinvente. Aprenda com os erros, erre muito. E segue o baile. Só o que há nesta vida é tentativa e erro. Tente. Tente tantas vezes quanto for divertido e avalie o resultado. Às vezes vai ser bom, às vezes vai ser ruim. E tudo bem.

Todos viraremos pó, viva como purpurina. Brilhe. Use a sua energia para o bem, para a autorrealização, para ajudar os outros, para iluminar, faça a sua passagem por esta vida valer a pena. Que legado você quer deixar?

Conecte-se ao universo. Leia livros, assista a filmes, compartilhe-se. Seja a melhor pessoa possível para você mesma.

Cuide bem do seu corpo, ele é a sua única morada. Ele, sim, é o seu lar. É o invólucro sagrado do espírito. Respeite-se. Alimente-se de forma saudável, durma bem, faça exercícios, evite alopatias, exercite seu cérebro. Medite.

E quando se sentir deprimida, lembre-se: mexemos apenas 12 músculos para sorrir. Cultive o bom-humor. Compre dez quilos de arroz e caminhe pela casa com eles no colo durante dez minutos. Depois solte. Você vai se sentir mais leve.

Tudo passa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *